Já dizia Warren Buffett, demora-se 20 anos para construir uma reputação e 5 minutos para arruiná-la.

Mas…e o que é reputação e como manchá-la?

Primeiro, você precisa entender a diferença entre imagem e reputação.

Basicamente, a imagem é uma ideia momentânea, pontual, individual. É quando, por exemplo, você entra em determinada loja para comprar algo e acaba gostando da cor, da localização, ou até mesmo do preço. Ou pior, não gosta do atendimento ou da limpeza.

Essa experiência é chamada de imagem, independente, se ela foi boa ou ruim.

Já a reputação é algo que se constrói após muitos anos. Leva em consideração a soma das imagens que todos os colaboradores possuem em relação à determinada instituição.

A estima da empresa vai depender da conduta que a mesma possui perante a sociedade, colaboradores e mercado. Vai depender se existe alinhamento entre o que ela promete e o que entrega.

Você pode, ao chegar em uma loja, que naquele dia, especificamente, estava suja e não achar ruim, uma vez que existiam outras diversas coisas legais.
.
Agora, imagine se você ouvir ou ler uma reportagem noticiando que aquela loja que você gosta, foi denunciada porque praticou maus tratos em animais, ou porque não soube como proceder com a morte de um colaborador ou até mesmo porque impedia seus colaboradores de se dirigirem ao banheiro.

Você pode pensar: essa empresa não tem gerente?
O dono não está vendo isso?
Não tem nenhum órgão para fiscalizar e impedir esses atos?

Provavelmente, a sua visão em relação à loja mudará. Isso porque a reputação dela foi afetada. Você percebeu que ela não cumpria com o que prometia ou pregava.

Por isso, é dever da empresa, representada não só pela alta gestão, mas também pelos seus colaboradores, colocar em prática seus valores e princípios.

Uma empresa que possui boa reputação, com certeza terá boa visibilidade no mercado financeiro e concorrencial.